Culto é interrompido e igreja é fechada

| 08/08/2006 - 00:00


Um grupo de autoridades e fundamentalistas muçulmanos interrompeu o culto dedomingo da Igreja Batista Batu Zaman, em 16 de julho, e exigiu que a igrejafechasse. A igreja foi a única que restou no subdistrito de Ciparay depois dasérie de fechamentos de igrejas em Bandung, capital de Java Ocidental.

"Quando eu estava no púlpito, notei que havia um grupo - cerca de 30pessoas - reunido em frente à igreja", contou o pastor Mathias.

O grupo,formado por autoridades locais, integrantes do Conselho de Clérigos Indonésios,jovens ativistas da mesquita local e líderes muçulmanos, insistiu em que nenhumaigreja deveria ser vista em uma área predominantemente muçulmana. Osmanifestantes quiseram ver a licença de funcionamento do prédio para realizaçãode cultos. Como havia seguranças ao redor, ninguém ficou ferido.

"Estávamos tentando obter a licença desde que a igreja foi estabelecida,em 1998", explicou o pastor Mathias. Mas as autoridades locais nunca atenderam asolicitação. "Eles receavam despertar uma desordem social na comunidade", contouele. As autoridades, entretanto, deram um consentimento verbal para que a igrejafuncionasse.

A igreja está envolvida em vários programas dedesenvolvimento comunitário e o pastor Mathias acredita que a igreja mantém boasrelações com a comunidade. Desde 2002, a igreja concedeu 50 bolsas de estudospara estudantes necessitados de diferentes religiões. Além disso, ofereceugratuitamente cursos de costura e eletrônica.

Apesar das objeções dasinstituições muçulmanas, a comunidade apoiava a igreja. "Mas recentemente,parece que eles estavam irritados conosco", acrescentou o pastor Matias.

Intensas negociações

A pressão aumentou em maiode 2006, quando um oficial remeteu uma petição para o líder da vila fazendoobjeções aos cultos da igreja. O documento estava assinado pelos moradoreslocais.

Intensas negociações e correspondência entre autoridades ecristãos começaram em junho de 2006. A igreja requisitou um local temporáriopara se reunir enquanto aguardava a licença. O pedido foi recusado.

Entretanto, uma lei revisada recentemente determina que o governo localprovidencie um local temporário de culto quando uma igreja doméstica não obtivero consentimento da comunidade vizinha. A lei determina que o requerente: 1)congregue pelo menos 90 pessoas; 2) obtenha a aprovação de pelo menos 60vizinhos de diferentes religiões, autoridades locais e um fórum de harmoniainter-religiosa.

"Queremos dar o maior destaque para esse caso. Essa é aúltima igreja", disse Simon Timorason, líder do Fórum Indonésio de ComunicaçãoCristã, em Java Ocidental (FKKI Jabar). Simon estava ajudando a igreja aconseguir a licença para realização de cultos.

Três outras importantesigrejas no mesmo subdistrito foram fechadas. Até agora, a lei revisada semostrou ineficaz em reduzir a desarmonia inter-religiosa. Desde sua decretação,em 21 de março, o FKKI Jabar registrou pelo menos 12 casos de fechamento deigrejas apenas em Java Ocidental.

Motivos de oração:

 Pela igreja - Ore para que a licençapara a realização de cultos seja aprovada por pelo menos 60 vizinhos. Ore tambémpor Simon Timoranson, que atualmente está tentando obter uma permissão dapolícia para começar um fórum de harmonia inter-religiosa, necessário paraexpedir a licença.

 Pelo pastor Mathias - Ore para que ele sejafortalecido nesse momento e que ele continue a ministrar à igreja, apesar dacrise.

 Pela comunidade de Bandung - Ore para que Deus mude ocoração dos moradores e dos governantes em favor dos cristãos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco