Avião é seqüestrado em protesto contra visita do papa à Turquia

| 03/10/2006 - 00:00


Um total de 113 pessoas (107 passageiros e seis tripulantes) viajava no avião turco seqüestrado por duas pessoas e desviado ao aeroporto de Brindisi, no sul da Itália, informou Salvatore Sciacchitano, subdiretor do Enac, organismo responsável pela aviação civil italiana. O avião está parado em uma pista isolada do aeroporto de Brindisi.

O Boeing 737-400, voando de Tirana, capital da Albânia, para Istambul, foi sequestrado ao sobrevoar a Grécia e depois pousou na Itália, disseram autoridades gregas e italianas nesta terça-feira. O avião enviou o sinal (codificado de sequestro) duas vezes, enquanto estava em espaço aéreo grego. Quatro caças gregos decolaram e acompanharam o avião, enquanto ele deixava o espaço aéreo grego e seguia para a cidade italiana de Brindisi, disse à uma autoridade do Ministério da Defesa grego.

Oficiais italianos afirmam que os seqüestrados aparentemente estão desarmados e negociam com as autoridades a libertação dos passageiros

A televisão privada turca NTV afirmou que os dois seqüestradores turcos pedem o direito de protestar contra o papa. Um porta-voz da Turkish Airlines afirmou que os seqüestradores estão preparados para se entregar sem colocar em risco os passageiros. Os passageiros não correm risco. Eles irão se render em alguns momentos, afirmou o porta-voz.

Leia mais no Último Segundo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE