Funcionário de igreja é esfaqueado e morto no templo

| 28/11/2006 - 00:00


Um empregado da histórica Igreja do Monte São Tomé, em Chennai, foi morto a facadas no santuário do templo por um assaltante não identificado no domingo, 26 de novembro. No momento do incidente havia um grande número de devotos no local que se reuniam para a cerimônia noturna.

De acordo com a agência de notícias SMV, a vítima era Jacob, 60, um homem de fala tamil e morador de Tambaram, em Chennai, que era o responsável pela venda de artigos religiosos na igreja.

Segundo a polícia, ele foi esfaqueado depois de uma discussão a respeito do preço de um artigo. O assaltante chegou ao santuário por volta das 18h30 e começou uma discussão com Jacob.

Quando o assaltante começou a atacar Jacob, este se escondeu em outra sala. O agressor o seguiu e o esfaqueou no rosto, no peito e no abdômen. Antes de fugir, o homem também ameaçou os observadores chocados.

Sangrando muito, Jacob foi levado às pressas para um hospital privado em Porur, onde deu entrada já sem vida.

Letika Saran, comissário de polícia de Chennai, visitou o local e disse aos repórteres que a polícia está investigando o caso e que em breve apresentaria o acusado, uma vez que há muitas pistas.

O Conselho de Ministros Cristãos da Índia e o Conselho Global de Cristãos da Índia condenaram o brutal assassinato de Jacob.

A igreja

Construída em 1523 pelos portugueses, a igreja é uma pequena relíquia que fica no cume do Monte São Tomé, a 91 metros de altitude. Acredita-se que esse tenha sido o local em que Tomé, o apóstolo de Jesus, foi morto.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE