Homem é condenado por tentar converter muçulmanos ao cristianismo

| 30/11/2006 - 00:00


Um tribunal de primeira instância da cidade de Agadir, no sudoeste do Marrocos, condenou hoje a seis meses de prisão um turista alemão de origem egípcia por tentar converter jovens muçulmanos ao cristianismo, informaram fontes judiciais.

O acusado, Sadek Noshi Yassa, de 64 anos, foi detido na semana passada em uma avenida de Agadir quando, segundo a Polícia, distribuía a alguns jovens livros de missionários cristãos após ter conseguido iniciar com eles uma discussão sobre religião.

Noshi Yassa, engenheiro aposentado, mora na Alemanha e estava em Agadir desde 24 de novembro em uma viagem a lazer.

A Polícia informou também que no quarto do hotel no qual o acusado se hospedava os agentes encontraram livros e cds que incitavam as pessoas a se converter ao cristianismo.

Todas as religiões são toleradas no Marrocos, mas a lei proíbe sua divulgação fora dos lugares de culto.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE