Pastor Carlos Lamelas é absolvido por corte cubana

| 14/12/2006 - 00:00


O pastor cubano Carlos Lamelas, que foi levado a julgamento em 4 de dezembro, acusado de "tráfico humano", teve as acusações contra si retiradas pela corte.

De acordo com a Christian Solidarity Worldwide (CSW), "observadores acreditam que o pastor Carlos Lamelas tornou-se alvo das autoridades por defender uma maior liberdade religiosa para Cuba".

O pastor foi informado por seu advogado na quarta-feira, 13, de que tinha sido absolvido pela corte. O primeiro promotor público designado para o caso havia proposto uma pena de nove anos de prisão. No julgamento, entretanto, um novo promotor que assumiu o lugar do outro depois que este adoeceu subitamente, declarou à corte que não havia evidência contra o pastor e recomendou que as acusações fossem retiradas.

Em declaração à CSW, o pastor Carlos Lamelas expressou sua preocupação de que as autoridades cubanas ainda estejam procurando um jeito de puni-lo. Seu advogado informou-o que ele ainda pode ser multado por "falsificação de documentos". Acredita-se que esse pode ser apenas um pretexto do governo para ficar com o computador da igreja que foi retirado da casa de Lamelas em fevereiro.

Final feliz

O pastor Carlos Lamelas, ex-presidente da Igreja de Deus e membro do Conselho Cubano de Igrejas, foi preso em fevereiro. Ele passou quatro meses na prisão sem ser acusado formalmente. Em junho, as autoridades o libertaram de surpresa e sem dar explicações.

Mervyn Thomas, diretor executivo da CSW, declarou: "Estamos extremamente contentes de saber que as acusações contra o pastor Lamelas foram retiradas, evitando que se cometesse uma grande injustiça. Agora, esperamos e oramos para que as autoridades permitam que ele e sua família vivam e conduzam seu ministério em paz. Incentivamos a comunidade internacional, entretanto, a continuar a pressionar o governo cubano para respeitar a liberdade religiosa e a monitorar o que parece ser um aumento da hostilidade para com as igrejas e líderes religiosos de todas as denominações em Cuba."

Agradeça a Deus por ter ouvido as orações de seu povo, cuidando do pastor Carlos Lamelas e de sua família e proporcionando um final feliz para esse caso.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE