Ex-muçulmanos convertidos na Alemanha receiam por suas vidas

| 04/06/2007 - 00:00


Muçulmanos convertidos que não estão em países predominantemente islâmicos também temem por suas vidas. O líder de uma das denominações protestantes mais proeminentes da Alemanha, o bispo Wolfgang Huber, está profundamente preocupado com o aumento das ameaças a ex-muçulmanos que se converteram ao cristianismo no país.

Congregações de ex-muçulmanos em Berlim, da diocese de Huber, vivem em constante medo de ataques violentos, disse o bispo Wolfgang a 6 mil pessoas que assistiam a um culto de uma igreja protestante na Bavária, no último dia 28 de maio. Estou convencido de que existem muitos outros muçulmanos convertidos na Alemanha além dos que já temos conhecimento, disse.

Segundo o evangelista Ulrich Parzany, aproximadamente 5 mil muçulmanos entregam suas vidas a Cristo todos os anos. Muitos precisam mudar a identidade, sob o risco de serem mortos.

Ulrich Parzany, durante um encontro que reuniu cristãos europeus de diversas correntes em Stuttgart, no dia 12 de maio, ressaltou que a apostasia da fé islâmica é punida com pena de morte, segundo o Alcorão e o islã . Ele ainda conclamou os cristãos de todo o mundo a denunciarem estas ameaças que pairam sobre os ex-muçulmanos convertidos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE