Talibãs fixam novo ultimato para reféns evangélicos

| 31/07/2007 - 00:00


Os talibãs afegãos anunciaram nesta terça-feira ter estabelecido um novo ultimato que vence na quarta-feira às 4h30 da madrugada no horário de Brasília para executar os 21 reféns sul-coreanos mantidos sob seu poder há treze dias.

O novo ultimato foi dado depois da execução, na segunda-feira, de um segundo refém do grupo de jovens evangélicos sul-coreanos, que inicialmente era composto por 23 pessoas.

"Nosso último ultimato para os 21 sul-coreanos ainda vivos é amanhã (quarta-feira)", declarou por telefone Yusuf Ahmadi, porta-voz dos rebeldes afegãos.

"Se nossas exigências não forem aceitas antes desse momento, começaremos a matar o restante dos sul-coreanos", acrescentou Ahmadi, que acusou os governos afegão e sul-coreano de não serem honestos em suas negociações para obter a libertação dos reféns, seqüestrados no dia 19 de julho.

(Veja vídeo com os reféns transmitido pela TV Al-Jazeera no Youtube)

Os rebeldes talibãs exigem a libertação por parte do governo de Cabul de pelo menos oito de seus militantes atualmente mantidos em prisões afegãs.

Encontrado o corpo

O corpo de um dos reféns sul-coreanos, cuja execução foi anunciada na segunda-feira pelos talibãs, foi encontrado nesta terça-feira. A Polícia afegã encontrou o corpo com marcas de tiros, em uma região da província de Ghazni, cerca de 140 quilômetros ao sul de Cabul.

Esse refém foi o segundo a ser executado pelos rebeldes fundamentalistas, que exigem do governo de Cabul uma troca de prisioneiros pelos sul-coreanos. O primeiro foi o líder do grupo, o pastor de 42 anos Bae Hyung-Kyu. Seu corpo foi encontrado na quarta-feira passada na mesma região onde estava o corpo da segunda vítima.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE