Marcha de solidariedade pela liberdade religiosa

| 03/08/2007 - 00:00


A Aliança pelas Minorias Paquistanesas ( APMA, sigla em inglês) convocou para o próximo dia 11 de agosto uma marcha de solidariedade pela liberdade religiosa, procurando chamar a atenção para a violência e a discriminação que atingem as minorias religiosas no Paquistão.

Para esta grande manifestação, que decorrerá na cidade de Lahore, espera-se a participação de 100 mil participantes, entre cristãos e fiéis de outras confissões religiosas, pedindo a abolição das "leis discriminatórias".

O presidente da APMA, Shahbaz Bhatti, em entrevista à agência "AsiaNews" disse que os cristãos "enfrentam vários desafios, como a privação dos direitos fundamentais e a falta de liberdade religiosa".

Num país com 150 milhões de habitantes, os cristãos são uma minoria de 1,5 milhão e sofrem com a intolerância religiosa.

Nos últimos anos verificaram-se ataques a igrejas, a escolas cristãs e o julgamento de cristãos em processos sob a alegação de blasfêmia, alguns dos quais com um desfecho trágico.

Grupos de direitos humanos do Paquistão aguardam uma posição do governo sobre o caso das quatro estudantes de enfermagem cristãs acusadas de blasfêmia e ameaçadas por militantes islâmicos, bem como uma justificativa plausível à sentença de morte dada ao cristão Younis Masih, entre outros casos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE