Pastor e missionárias perseguidos em Madhya Pradesh

| 07/08/2007 - 00:00


Sumat Yadav, missionário da Gospel for Asia (GFA), e sua igreja em Madhya Pradesh, na Índia, estão sofrendo perseguição por fanáticos anticristãos locais. No dia 17 de junho a polícia e os fanáticos entraram na igreja e exigiram que o culto fosse interrompido.

O problema começou quando estes mesmos fanáticos se aproximaram de senhoras da Gospel for Asia e perguntaram se elas estavam tentando converter pessoas para Cristo. As mulheres responderam "sim" e os aldeões exigiram que a igreja encerrasse suas atividades.

A polícia levou o pastor e três missionárias sob custódia para um interrogatório de duas horas. Depois de responder com sinceridade, todos foram finalmente soltos.

“No dia seguinte, fanáticos desta mesma aldeia vieram para a casa de nossas missionárias com bastões e tentaram entrar. Como não conseguiram, eles as ameaçaram. Por motivos de segurança, as missionárias deixaram a área”, contou Sumat.

Poucos dias depois, os mesmos moradores ameaçaram o pastor Sumat. Ele e alguns cristãos registraram uma queixa na delegacia de polícia e pela graça de Deus a polícia respondeu positivamente. O pastor declarou que a situação agora está calma.

Louve a Deus pela intervenção dele nesta situação. O pastor Suman pede que você ore para que a proteção de Deus seja mantida sobre ele e os membros da igreja. Ore também para que ele seja fortalecido no Senhor Jesus.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE