Uma agradável preparação de sermão

| 17/12/2003 - 00:00


Sem treinamento adequado, eu simplesmente não tinha como produzir novos sermões semana após semana. Era uma tarefa constante e tão pesada que eu recorria à cópia de sermões de outros pregadores e de comentários.

Novos problemas surgiram. Eu usava com freqüência os mesmos materiais para pregar e sempre me perguntava se o que eu havia copiado era de fato o que a Bíblia dissera. Eu estava sempre com medo de dizer algo errado, já que não tinha familiaridade com as Escrituras.

Pregar sermões emprestados acabaram levando ao desestímulo. Eu me sentia vazio e seco. Via o fim total do meu serviço a Deus, já que eu não conseguia manejar direito a Palavra da Verdade.

Tive então a oportunidade de freqüentar dois meses de treinamento no estudo bíblico Livro por Livro, ministrado por Portas Abertas. Fui apresentado a uma fonte de água viva. Palestras sobre a origem histórica, cultural e estrutural da Bíblia prepararam a mim e a outros estudantes para uma viagem à Sua Palavra, um livro por vez. Aprendi a cavar em Sua Palavra e sair com novas percepções.

Quando estava estudando Efésios, o professor me disse para usar o método do contraste para os capítulos um e dois. Anteriormente, eu ensinava o capítulo um sobre a salvação de Deus separadamente do capítulo dois sobre a pecaminosidade do homem. Quando coloquei esses dois conceitos um ao lado do outro, vi a total preciosidade da salvação. Meu coração foi tocado profundamente pelo grande amor de Deus e Seu dom inestimável. Esclarecido, recebi a incumbência de pregar este Evangelho até os confins da terra.

O curso também me ensinou que a Palavra de Deus tem sua ordem. Eu costumava ir em Efésios, capítulo quatro, para falar sobre a união entre os cristãos. Entretanto, é muito melhor começar no capítulo um para ver a obra de Deus na unificação de todas as coisas no céu e na terra e depois falar sobre a harmonia entre os santos. A conclusão é ensinar sobre o relacionamento interpessoal entre maridos e mulheres, senhores e servos e entre grupos étnicos diferentes. Agora eu prego com mais método, com maior clareza e facilidade.

Fiquei muito impressionado com a paciência dos professores. Eles conheciam muito bem a Bíblia e queriam que nos tornássemos completamente familiarizados com a Palavra de Deus. Liam e corrigiam com esmero nossa lição de casa. Sabiam todas as respostas certas, mas queriam que descobríssemos a verdade por nós mesmos. Exigia muito mais esforço ensinar dessa maneira, mas o resultado foi um mundo todo de aprendizado para nós.

Deus teve a oportunidade de moldar o meu caráter enquanto convivi com outras pessoas durante os dois meses de treinamento. Quando eu vi jovens colaboradores estudando comigo, resolvi mostrar-lhes como fazer corretamente. Fiquei espantado quando eles conseguiram notas altas nos testes. Eu estava tão obcecado pelas notas que ficava extremamente nervoso e não podia dormir à noite.

Uma noite quando eu me virava na cama sem conseguir dormir, para minha total humilhação, estes jovens obreiros vieram à cabeceira da minha cama orar por mim. Compreendi o quanto orgulhoso e competitivo eu era. No dia seguinte confessei minha imatura luta interior e pedi-lhes que me ajudassem a aprender a lição. Deus me ensinou muito nos momentos de compartilhamento. Deus mostrou-me que cada colega cristão poderia ser meu professor. Com certeza vou levar esta verdade para minha igreja.

Este curso de treinamento é uma excelente ferramenta. Ele capacita quase um milhão de pastores a manejar corretamente a Palavra de Deus. Se cada pastor ensinar a Bíblia corretamente, vamos varrer todo ensino falso e edificar igrejas fortes que glorifiquem a Deus.

Relembrando, vejo que eu era um cego que não conseguia ver a verdade clara nas páginas da Bíblia. Eu precisava copiar o que outros tinham visto. Agora a preparação de sermões é uma tarefa agradável porque fui levado à Sua gloriosa luz. Quero ser um canal para levar estas bênçãos a centenas de outras pessoas.

Peço ao Senhor sabedoria e força para poder ensinar outros que estejam na mesma situação que eu estava. Quero que os pastores sejam alimentados diretamente com a Sua Palavra antes de tentarem alimentar outros. Ore para que eles primeiro apliquem a verdade a suas vidas para que a sabedoria, a percepção, a cura e a esperança possam ser canalizadas a outros.

A segunda carta a Timóteo 2.15 diz: Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a palavra da verdade.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE