Cristãos podem ter sido presos como "espiões estrangeiros"

Nove cristãos estão desaparecidos. Acredita-se que tenham sido presos como "cidadãos nativos que trabalham para um serviço de inteligência estrangeiro." O paradeiro deles ainda é desconhecido e teme-se que tenham sido executados.

Diversas estatísticas e relatórios de direitos humanos, entre eles a Classificação de Países por Perseguição da Portas Abertas ( veja mais aqui) apontam a Coréia do Norte como a pior nação em termos de discriminação e perseguição aos cristãos.

Seguir a Jesus Cristo é considerado traição à pátria e toda e qualquer forma de adoração está reservada para o ditador falecido Kim Sung II e o filho dele, o ditador atual, Kim Jong II.

Cristãos norte-coreanos contam que Kim Jong II já afirmou, por diversas vezes, que vai exterminar todo e qualquer resquício de cristianismo no país.

Pedidos de oração:

Ore pelos nove cristãos presos. Interceda para que eles sintam a presença de Deus neste momento terrível. Peça paz, força e conforto para as famílias deles que estão sem notícias.

Ore pelos funcionários do governo que lidam com este caso. Peça a Deus que os testemunhos dos cristãos toquem seus corações e lhes ajudem a ver a Verdade de Cristo.

Peça a proteção de Deus para todos os cristãos da Coréia do Norte. Ore para que tenham sabedoria e coragem para confiar inteiramente nele e perseverarem na fé apesar das circunstâncias extremamente difíceis.

Saiba mais sobre a situação deste país lendo o livro “Fuga da Coréia do Norte”, de Paul Estabrooks, que acaba de ser lançado pela Portas Abertas.