Vandalismo traz à tona polêmica de painel em Sorocaba

| 24/01/2008 - 00:00


Na madrugada de ontem o totem religioso instalado numa das entradas de Sorocaba, na avenida Dom Aguirre, foi alvo de vandalismo. A pichação ocorreu na mesma semana em que o monumento, onde existe a inscrição “Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo”, motivou uma manifestação que solicitou a alteração da frase (leia mais). 

Até a tarde de ontem a autoria do ato de vandalismo não havia sido identificada, mas já nas primeiras horas da manhã funcionários da prefeitura pintaram o totem com a cor amarela original para encobrir a tinta verde jogada durante a madrugada. A prefeitura informa que a inscrição original será pintada novamente ainda nesta semana, sem alteração do seu conteúdo.

Repúdio

Marcelo Bodelon Filho, que na segunda-feira juntou-se a amigos e promoveu um manifesto contra o totem, afirma que o vandalismo é inaceitável. “Embora alvo de insatisfação, o totem é um bem público e não pode ser danificado. Isso é crime e não deve ser incentivado”, disse o comerciante. 

Durante a manifestação, Marcelo e pelo menos mais quatro pessoas cobriram o totem com uma lona onde estava escrita a frase “Sorocaba respeita e acolhe todas as religiões”. Sob o risco de prisão, os idealizadores retiraram a faixa, horas mais tarde. Para os manifestantes, a inscrição oficial não é democrática e impõe uma crença, desrespeitando as religiões que não reconhecem a figura de Jesus Cristo. 

No período em que esteve fixada, a lona atraiu desde guardas municipais que foram enviados pela prefeitura até representantes de igrejas que se irritaram com a iniciativa. O totem foi instalado em 2006, a pedido do vereador Carlos Cezar (PTB), ligado à comunidade evangélica em Sorocaba.

Polêmica desde a origem

Segundo a assessoria da prefeitura, a instalação do totem atendeu reivindicação das comunidades católica e evangélica, as duas maiores de Sorocaba. O vereador Carlos Cezar (PTB) foi quem fez o requerimento na Câmara para a instalação do painel.

A polêmica em Sorocaba envolvendo o monumento, no entanto, está presente desde a sua concepção. Pouco depois de instalado, em dezembro de 2006, o totem foi coberto. Isso porque o Conselho de Pastores havia pedido a inscrição “Sorocaba pertence ao Senhor Jesus”, mas a Igreja Católica discordou e pediu que a palavra “Cristo” fosse acrescentada ao final da frase, o que foi atendido pela prefeitura. 

Apesar de desagradarem algumas pessoas, os totens religiosos estão presentes em várias cidades do Estado, dentre elas Itu, onde existe a inscrição “Jesus é o Senhor da cidade de Itu.”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE