Grupo extremista invade escola dominical

A pastora Norma Siregar, da Igreja Dom de Deus em Bandung, em Java Ocidental, conta que um grupo chamado Aliança contra Conversões invadiu a igreja no momento que ela dava aulas de escola dominical.

Assustadas, as crianças começaram a chorar. Muitos objetos da igreja foram destruídos e jogados para fora. Um dos agressores ainda jogou uma Bíblia na pastora e a lançou ao chão.

“Essa é a Bíblia que você usa para tentar nos converter”, foi a frase usada pelo agressor, segundo o relato da pastora.

“Nós tentamos construir boas relações com os nossos vizinhos muçulmanos visitando-os e felicitando-os durante o Id al-Fitr (o banquete que marca o fim do mês de jejum do Ramadã). Somos cordiais e não impomos nossa crença. Mas o que nós fizemos parece inútil, porque a violência continuou", lamentou a pastora Siregar.

O reverendo Jeparin Marbun, da Igreja de Bethel em Bekasi, do lado oriental de Jacarta, conta que sua igreja é alvo constante de ataques.

"Um grupo de pessoas sempre perturba os cultos de domingo  fazendo barulho com latas vazias", diz ele.

"Eles já arrastaram os cristãos presentes e os lançaram para fora da igreja. Mas nós não quisemos responder violência com violência", observou.