Igreja americana ora por libertação de refém

| 08/02/2008 - 00:00


A Igreja Atlee continua a orar pela cidadã norte-americana Cyd Mizell Mizell, de 49 anos, que foi seqüestrada no dia 26 de janeiro enquanto fazia um trabalho humanitário nas proximidades de Kandahar, no Afeganistão. A igreja dela, em Hanover, ora pelo retorno dela e de seu motorista em segurança.

O pastor Jeff Boggess diz que ela fazia parte da Igreja Atlee desde os anos 90. Ele conta que Cyd era um esteio para a comunidade, cantava e tocava teclado, até que deixou de morar naquela região, em 2001.

O pastor Jeff Boggess descreve Cyd Mizell como uma pessoa preocupada, abnegada, e que sempre tinha um sorriso no rosto. Ele diz: "Ela olhava para as pessoas que poderia servir e que estavam numa situação menos afortunada".

"Nós também oramos para esses seqüestradores vejam que ela é uma grande pessoa e resolvam libertá-la", completou o pastor.

Cyd Mizell foi capturada ao sair de casa, no sábado, e estava inteiramente vestida de burca. Ela trabalhava para a Fundação de Desenvolvimento Rural para a Vida na Ásia.

Policiais afegãos vasculharam minuciosamente os carros por dentro e por fora nas imediações da casa dela, no dia seguinte, mas ninguém ainda foi responsabilizado.  Até o momento nenhum grupo fez contato ou assumiu a autoria do seqüestro.

Apelo do pai

No último domingo, dia 3, o pai de Cyd publicou uma carta aberta em que diz:

"Eu sou o pai de Cydney. Minha família e eu queremos agradecer a todos os que têm demonstrado grande preocupação com a segurança e bem estar da minha filha, Cydney Mizell e com Muhammad Hadi.

Não entendo bem a razão pela qual ela foi levada, pois ela é uma pessoa meiga, carinhosa e respeitosa. Quando falamos com Cyd, ela fala sobre os amigos que fez e como são bondosos com ela e sobre a vontade que ela tem de ajudá-los. Para as pessoas que estão com a nossa filha, por favor, deixem Cyd vir para casa. Cada dia que passa sem notícias da Cyd é difícil para a nossa família e amigos".

Na Classificação de Países por perseguição 2008 da Portas Abertas, que será divulgada integralmente nos próximos dias, o Afeganistão subiu, do décimo lugar para o sétimo, por causa de vários incidentes como esse registrados em 2007 contra cristãos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE