O desespero de uma criança que perdeu o pai num atentado

Na primeira fase do projeto de socorro aos cristãos que deixaram o Iraque por causa da perseguição religiosa, a Portas Abertas conseguiu ajudar 1.500 refugiados com comida, aquecedores e literatura cristã durante o inverno no Iraque e nos países vizinhos. Uma das histórias mais comoventes é a do menino Murat, que ingeriu ácido depois que o pai foi morto em um atentado à bomba. Ore por essa criança.

A equipe da Portas Abertas esteve com a viúva Suhad, que além de Murat tem outros três filhos e deixou o Iraque após um atentado à bomba contra seu marido.

Suhad conta sua triste história enquanto as crianças permanecem sentadas no sofá. A família vivia numa área cristã de uma grande cidade no Iraque. Seu marido, Arwan, foi ameaçado de sofrer sérias conseqüências se não deixasse a cidade por ser cristão.

Como a família morava em uma vizinhança cristã, ele não levou a ameaça muito a sério. Para onde eles fugiriam, e como ele tomaria conta de sua família se tivessem que fugir?

Então, em uma manhã, quando Arwan ligava seu carro, uma bomba foi detonada, explodindo o veículo imediatamente.

Após o atentado, Suhad só tinha uma opção: deixar sua casa e a cidade o mais depressa possível. Naquele momento não havia tempo para lamentar a morte do marido, mas agora, sentada no apartamento, ela chora enquanto conta sua história aos irmãos da Portas Abertas.

Suicídio evitado

A família, de luto, se estabeleceu em um pequeno apartamento em um país vizinho e tentava viver sem dinheiro, sem amigos e sem alegria. Depois de um mês, Murat, o filho de apenas seis anos, respondeu ao desespero com uma tentativa de suicídio.

Suhad o encontrou caído no chão da cozinha perto de um vidro de ácido. Ela o levou ao hospital e os médicos conseguiram salvá-lo a tempo. Quando o menino recobrou a consciência, começou a chorar dizendo : “Quero ir para onde o papai está”.

Suhad não tinha onde conseguir dinheiro. O preço do apartamento é altíssimo. A Portas Abertas se ofereceu para pagar o aluguel por cinco meses. O dinheiro chega através de uma igreja que está envolvida no trabalho de ajuda aos refugiados iraquianos. Esse é um pequeno gesto de conforto a pessoas que estão passando por um grande sofrimento.

Pedidos de Oração

- Além de Murat, Suhad tem uma filha e outros dois meninos. Ore por essa família, que ainda não conseguiu se recuperar da perda de Arwan e está vivendo precariamente.

- Ore para que o Senhor dê a eles força e os livre de toda tentativa do inimigo de afastá-los de Jesus nesse momento de fragilidade emocional.

- Ore também por Murat, para que ele cresça na presença de Jesus e seja liberto de toda a opressão e desespero por causa da morte do pai.