Ore pelo fortalecimento da pequena Igreja mauritana

| 20/03/2008 - 00:00


Poucos se interessam pela situação dos cristãos da Mauritânia. Por isso a Portas Abertas está pedindo para que os cristãos em todo o mundo orem pelos irmãos e os demais cidadãos de outras religiões que estão vivendo na Mauritânia, país do noroeste africano, entre o Senegal e o Saara Ocidental, que possui fronteiras com a Argélia e Mali.

A Mauritânia ocupa a 24 posição na Classificação de Países por Perseguição. Há forte oposição social e cultural ao cristianismo. A maioria da população é formada por muçulmanos sunitas.

A pequena igreja da Mauritânia (que corresponde a cerca de 1% da população) sofre com a falta de treinamento e recursos que a capacitariam a evangelizar com eficácia a nação.

Um cristão que reside na Mauritânia nos disse recentemente: “Estamos fazendo progressos embora o número de convertidos seja baixo. Há anos atrás, não havia um só cristão, mas agora temos igrejas e nos reunimos em lares. Vivemos numa sociedade fortemente influenciada pelo islamismo, portanto tudo o que fazemos tem de ter sigilo absoluto.

Nosso maior temor se relaciona com a marginalização que podemos sofrer de nossas próprias famílias, o que nos deixaria sem ter aonde ir ou morar. Viver sem o sentido de comunidade é uma de minhas maiores preocupações. O controle social é um problema sério aqui.”

Pedidos de Oração:

- Ore por esse irmão, para que ele se sinta amparado pelos irmãos do mundo e tenha ousadia para pregar

- Peça pela unidade entre os novos crentes e a Igreja na Mauritânia e para que os cristãos fiquem firmes na fé deles, apesar da oposição

- Ore para que missionários cristãos iniciem ministérios bem-sucedidos no país

- Interceda para que cristãos estrangeiros ajudem a Mauritânia por meio de programas de desenvolvimento econômico e comunitário

A República Islâmica da Mauritânia reconhece o islamismo como a religião oficial de seus cidadãos. O governo limita a liberdade religiosa em parte com a restrição de distribuição de material religioso não-islâmico e limita a evangelização de mulçumanos, embora a posse privada desse material não seja proibida.

Não há liberdade de conversão para outra religião que não seja o islamismo. A sentença para apostasia é a morte, embora essa sentença não tenha sido executada (formalmente) nos últimos anos.

O total de pontos da Mauritânia obtidos na Classificação deste ano, como no ano anterior, cresceu de forma considerável. Em 2007, recebemos mais informações sobre esse país, e estas indicam que a situação para os cristãos está pior do que se esperava.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE