Boas novas da viúva Meskele Dhaba

| 21/04/2008 - 00:00


Estudantes teológicos de regiões diferentes na Etiópia podem esperar ansiosamente por uma comidinha caseira durante o treinamento que farão no fim do mês de abril. Aos poucos, Meskele Dhaba, a viúva do evangelista Michael (que perdeu o marido quando estava grávida de dois meses do sétimo filho) começa a reconstruir sua vida, com a ajuda de irmãos em Cristo de diferentes países do mundo que a sustentaram em oração, cartas de encorajamento (veja campanha) e apoio material.

Neste mês ela vai começar a cuidar do serviço de bufê dos estudantes que farão um treinamento teológico apresentado e mantido pela Portas Abertas. Ela também assará injera (tradicional pão local, feito de farinha, milho ou arroz) para um jardim de infância onde estudam dois dos meninos dela, Amos e Isayas.

Nos tempos difíceis, apesar de ansiosa, Meskele trabalhou nos campos de colheita, para sustentar seus sete filhos e parentes já idosos (leia mais).

Os parceiros da Portas Abertas apoiaram Meskele financeiramente e ela pode comprar um boi para ajudar nos campos de cultivo. Desta forma, ela conseguiu aumentar sua porção de alimentos.

O trauma

Michael Dhaba era um evangelista conhecido, dedicado a alcançar os muçulmanos com o amor de Cristo. Foi morto no dia 11 de outubro de 2006, na frente de Miriam, uma das filhas, que na época tinha 12 anos.

Os extremistas cercaram Michael no meio de seu terreno, e o forçaram a fazer a confissão de fé islâmica. Ele disse que não sabia a confissão, então os extremistas, impacientes, a recitaram, em árabe: "Não há deus a não ser Alá e Maomé é seu profeta".
Michael respondeu em oromo, sua língua nativa: "Eu acredito no nome do Pai, de seu Filho e do Espírito Santo - o único Deus" (leia os detalhes do desfecho desta história real, aqui).

Recuperação e ajuda dos imãos em Cristo

Agora, 19 meses depois da morte dele, a família está reconstruindo sua vida. Meskele, a viúva, e as seis crianças do casal estavam com os pais do marido dela em uma área montanhosa remota da Etiópia. Mas com ajuda da igreja de Mekane Yesus e da Portas Abertas, Meskele pode se mudar para um local mais central, a fim de que as crianças tenham uma educação melhor.

A igreja local assumiu a responsabilidade de organizar uma acomodação temporária para Meskele e as crianças enquanto a casa nova deles está sendo construída. A mesma igreja também está se encarregando de suprir algumas das necessidades que as crianças têm.

Meskele ainda está esperando pela conclusão da casa nova, que só precisa de alguns acabamentos finais para que a família possa se mudar. A obra demorou mais tempo do que o esperado por causa das estações chuvosas e algumas questões administrativas.

Os gastos com a construção também têm sido maiores, mas a igreja Mekane Yesus se ofereceu para cobrir a diferença.

As crianças estão indo muito bem na escola. E com ajuda da igreja, Meskele planeja se encontrar com o filho primogênito dela, Petros, que ficou com o avô no início do ano. Meskele sente que não é bom ter deixado Petros para trás, uma vez que as escolas são ruins nas montanhas e a separação dos irmãos pode ser traumática.

A ação da Portas Abertas

Desde que a Portas Abertas tomou conhecimento do assassinato de Michael, foram feitas visitas pessoais a Meskele e sua família, provendo ajuda emergencial, cobrindo despesas médicas e outros gastos relativos à chegada do pequeno Sena.

Cartas de encorajamento e os desenhos de crianças que fizeram parte de uma corrente de oração internacional foram entregues.

Também foram comprados materiais escolares e investidos recursos para que a família pudesse se mudar para uma região neutra, que proporcionasse uma  plena reabilitação a todos.

A Portas abertas está trabalhando com a igreja Mekane Yesus para ajudar Meskele a começar um pequeno negócio de serviço de bufê, para sustentar a família.

Pontos de oração:

- Meskele teve um bebê no dia 13 de maio de 2007. Ela estava grávida de dois meses quando extremistas muçulmanos assassinaram seu marido. Ore para que Deus abençoe o pequeno Sena e as demais crianças que crescerão sem a figura do pai.

- Miriam, agora com 13 anos, presenciou a morte do pai. Ore para que essa adolescente seja consolada pelo Espírito Santo e possa se tornar uma pregadora tão abençoada e com tanto amor a Cristo quanto Michael.

- Louve a Deus pelo progresso desta família e a plena recuperação emocional e espiritual de cada membro.

- Interceda por orientação e proteção aos filhos de Meskele. Continue orando pela segurança de todos e para que Meskele, com a ajuda da igreja local e da Portas Abertas, possa se tornar financeiramente independente.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE