Equipe da Portas Abertas está na região afetada pelos terremotos

No presente momento, muitos membros da equipe asiática da Portas Abertas estão na região afetada pelos terremotos que fizeram pelo menos 65 mil mortos e destruíram 420 mil casas. Eles tentam colaborar com os líderes nacionais presentes na região de Chengdu, e também com cooperadores de outras áreas que são apoiadas por nós.

Atualmente, a equipe tem trabalhado com um grupo de médicos e enfermeiras que vieram do centro da China ansiosos para servir ao Senhor de uma maneira mais significativa. Agora, essas pessoas estão a caminho de Chengdu para estabelecer bases de cuidados médicos.

Eles arcaram com os custos da viagem e ainda fizeram uma doação generosa para as vítimas do desastre. A Portas Abertas fornecerá o suprimento médico necessário e irá cobrir os custos do estabelecimento da base local – desde que seja considerado para ter longa-duração.

Aconselhamento pós-trauma

A terceira área na qual a Portas Abertas tem operado é a do aconselhamento pós-trauma. Recentemente, nossa equipe asiática treinou dois grupos de obreiros locais em aconselhamento geral, e ambos os grupos têm enviado pessoas capacitadas para Chengdu, a fim de se encontrarem com a equipe que já está lá e ajudarem os sobreviventes. Outros treinamentos para aconselhamento pós-trauma serão planejados posteriormente.

Neste período, nós agradecemos a sua oração pela igreja e pelas pessoas da área devastada. Nós temos nos empenhado seriamente na procura de possíveis projetos que possamos aplicar a curto e a longo prazo a fim de envolver a igreja local. 

Possivelmente visando a preparação para os jogos olímpicos, o poderoso governo chinês instruiu a igreja a "não chamar atenção e tornar-se invisível". Entretanto, aparentemente, Deus tem planos diferentes para seu corpo, ainda mais quando se refere à área devastada pelo terremoto, onde a igreja assumiu a responsabilidade de demonstrar o amor e a compaixão de Deus para com as muitas vítimas da região.