Comunidade tenta retomar igreja após ação de estelionatário

| 29/05/2008 - 00:00


Cristãos paquistaneses de uma aldeia no distrito Mandi Bahawaldin têm tentado tomar de volta a igreja deles depois que um suposto cristão vendeu o local a um casal muçulmano bastante influente, há alguns meses, fingindo ser o dono da propriedade.

A igreja foi construída 1937 na segunda aldeia do distrito Mandi Bahawaldin. Um residente de Mandibahawaldin, Arshad Gil, descobriu que Sami Khokhar, que se dizia cristão, vendeu o local a um homem muçulmano dizendo ser o dono das terras da igreja.

Arshad Gil contou à ANS que os cristãos locais registraram uma queixa na delegacia de polícia para reaver a igreja, alegando que a investigação policial é o melhor caminho para esclarecer os fatos.

Trabalhadores sanitários organizaram uma greve depois que o oficial de coordenação do distrito, Mandi Bahawaldin, se negou a atender o pedido para não se indispor com o casal influente.

A ANS tomou conhecimento de que os cristãos locais também organizaram uma reunião para pressionar a polícia a fazer a investigação. Os participantes da reunião reclamaram da administração e só deixaram o local depois que funcionários do governo asseguraram que lhes ajudariam a ter a igreja de volta.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE