DIP encerra uma etapa, mas não o nosso compromisso

A campanha "50 dias de oração pela Igreja Perseguida" se encerra hoje, mas nossa oração é para que esse engajamento, que se iniciou no dia 18 de maio, junto com o DIP, não termine com a campanha. E, sim, para que seja o início de um compromisso que se renove diariamente.

Vivemos em meio a questões do dia-a-dia, lutando pela sobrevivência e manutenção da nossa caminhada cristã e da harmonia dos nossos relacionamentos.

No entanto, é impossível ficarmos alheios às circunstâncias adversas com as quais nossos irmãos lutam para manter a fé e para viver de modo digno do Evangelho.

Em nosso site existe um lugar reservado para sua opinião e testemunho sobre o DIP. Basta clicar aqui.

Para nós é muito importante manter contato com os irmãos que participaram da campanha e do DIP e desejam continuar recebendo notícias sobre os cristãos perseguidos e os projetos da Portas Abertas.

Lembre-se que na última página da revista Portas Abertas há um encarte destacável com os pedidos de oração para o mês.

E no site, trazemos notícias sempre atualizadas com pedidos de oração urgentes que envolvem missionários, ministérios, nações e cristãos que estão em perigo.

Agradecemos mais uma vez pelo seu envolvimento e esperamos contar com seu engajamento sempre que necessário.

Deus abençoe a sua vida, hoje e sempre.

Renata Éboli
Gestora de Marca e Relacionamento


PS: Uma dica para os internautas que ainda não reconhecem o poder da oração e seu valor é a leitura do livro "Oração ela faz alguma diferença?", de Philip Yancey. Para saber como adquiri-lo, basta clicar aqui.