Hamid Shabanov pode ser julgado a qualquer momento

| 14/07/2008 - 00:00


O pastor batista Hamid Shabanov, de uma vila remota de Aliabad, está prestes a ser transferido da prisão que fica em Gyanja para Zakatala, onde será levado a julgamento, informou o advogado dele, Mirman Aliev.

O pastor de 51 anos foi preso em sua casa no último dia 20 de junho e pode ser condenado a três anos de prisão sob a acusação de possuir uma arma ilegal (relembre).

Durante a prisão, a polícia o questionou por diversas vezes a respeito de suas atividades religiosas, perguntando, por exemplo, quando ele se tornou cristão e por que 50 pessoas amigas dele adotaram o cristianismo. Por isso ele acredita que o caso tenha motivação religiosa.

"Hamid Shabanov é inocente da acusação, insiste que não tinha nenhuma arma e que a arma supostamente encontrada com ele foi plantada por policiais," disse o advogado Mirman Aliev.

Perseguição

Ilya Zenchenko, da União Batista do Azerbaidjão, reclama que Hamid Shabanov foi preso como parte de uma ação das autoridades contra os batistas e outras comunidades religiosas.

O pastor batista Hamid Shabanov pode ser julgado a qualquer momento. Mirman disse que o promotor do distrito de Zakatala está terminando seu relatório, no qual alega que o pastor Shabanov teria uma arma ilegal.

A família do pastor Hamid fez um apelo ao Forum 18. "Nós pedimos orações para ele", disse a esposa. “Divulguem o caso e por favor façam correntes de oração por nós.”

O advogado disse que o pastor está em boas condições de saúde, mas está ansioso, na expectativa de um julgamento justo. “Toda a esperança dele está em Deus e em um julgamento justo”, afirmou. Mirman disse ainda que vai chamar a imprensa para acompanhar o caso.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE