Ulemás marroquinos enviam pregadores ao Canadá e Europa

| 30/07/2008 - 00:00


Os ulemás marroquinos enviarão em setembro próximo ao Canadá e à Europa, 176 pregadores muçulmanos a fim de combater o fanatismo religioso e responder às necessidades espirituais dos fiéis marroquinos que vivem no exterior.

A iniciativa é do Ministério dos Assuntos Religiosos de Rabat, capital de Marrocos, junto com o Conselho dos Ulemás marroquinos. Os religiosos muçulmanos, conforme anunciado pelo rei de Marrocos, Mohammed VI, terão ainda a tarefa de reaproximar os cidadãos marroquinos às suas raízes e ajudá-los a integrarem-se nas sociedades ocidentais.

O grupo de pregadores é formado por cento e sessenta e sete homens e nove mulheres que darão cursos e seminários contra a intolerância e a favor do diálogo inter-religioso. Por ocasião da festa de Ramadã, o mês sagrado para os muçulmanos, Marrocos enviará cem ministros da religião muçulmana à França, país europeu com a maior comunidade marroquina, trinta e um à Bélgica, dez à Itália e Alemanha, e sete à Espanha e Holanda.

O resto do grupo será enviado à Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Suíça, Inglaterra e Canadá. Marrocos foi o primeiro país islâmico que em 2006 reconheceu com um diploma do Ministério dos Assuntos Religiosos, a função das ministras da religião muçulmana encarregadas de responder às exigências e às perguntas dos fiéis muçulmanos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE