A 4 dias dos Jogos, 16 policiais morrem em ataque na China

Homens armados com granadas e facas mataram 16 policiais na segunda-feira numa turbulenta região do oeste da China, disse a imprensa estatal, a quatro dias do início da Olimpíada no país.

O atentado ocorreu a cerca de 4.000 quilômetros de Pequim, em Kashgar, uma cidade da antiga Rota da Seda, onde há grande população muçulmana.

O Comitê Organizador dos Jogos deu garantias de segurança para atletas e espectadores. "A China vem se dedicando a reforçar a segurança e a proteção em torno das instalações olímpicas e da Vila Olímpica, de modo que Pequim já está preparada para responder a qualquer ameaça", disse o porta-voz Sun Weide à agência estatal Xinhua.

Um contingente de 100 mil policiais e soldados está de prontidão para a cerimônia de abertura, na sexta-feira, e o clima é de grande expectativa.

Descontentes

Muita gente não poderá ver a festa, por ter sido vítima, pela Internet, de uma fraude com milhares de ingressos falsos. O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou medidas contra os fraudadores, mas não haverá tempo para que os torcedores lesados, originários de vários países, consigam outros ingressos.

"Não podemos aceitar que as pessoas paguem por ingressos e não os recebam", disse Gerhard Heiberg, membro do comitê executivo do COI.

Os visitantes também estão frustrados por encontrarem na segunda-feira a mesma névoa poluída de sempre - depois de um raro fim de semana de sol, o que levou moradores e turistas a saírem de camiseta e bermuda para passear nos parques e fotografar as novas instalações olímpicas.

O governo chinês diz que as drásticas medidas adotadas contra a poluição - o que inclui restrições a fábricas e a veículos - garantem um ar suficientemente puro para a prática esportiva durante os Jogos.

Hoje é o 4º dia da Campanha Uma Semana de Oração pela China. O tema de hoje é exatamente a questão da segurança. Leia abaixo o pedido de oração e  acompanhe todos os demais pedidos aqui.

4 de agosto - A polícia chinesa estabeleceu postos de controle por toda a capital para aumentar a segurança. Recentemente um grupo terrorista islâmico conseguiu explodir dois ônibus, um em Xangai e outro em Yunnan.

E prometeu novas ações durante a Olimpíada. Policiais estão revistando as pessoas na rua. A idéia é de prevenir a entrada de material perigoso, assim como pessoas suspeitas. Mas na prática isso também está sendo usado para controlar estrangeiros e ações evangelísticas junto ao povo chinês.

Peça a Deus para que as medidas de segurança espalhadas pela cidade, como as revistas periódicas, não impeçam a movimentação e a ministração dos obreiros de Deus, tanto dentro como fora da cidade. Ore contra ataques terroristas e qualquer tentativa de envolver ministros cristãos em denúncias e conspirações políticas. Peça também para que Deus coloque policiais justos em posições nas quais possam ser instrumentos de Deus para abençoar os oprimidos e humilhados.