Autoridades iranianas libertam cristão preso

Na semana passada, as autoridades iranianas libertaram Ramtin Soodmand, filho de um mártir.

Ramtin é líder da Igreja Evangélica do Irã na cidade de Mashhad. Ele foi acusado de atividades contra o governo (saiba mais).

Ele foi libertado na quarta-feira passada, após pagar a fiança. Ramtin já está em casa, com sua esposa e dois filhos.

O pai de Ramtin, o pastor Hossein Soodmand, foi enforcado pelo governo em 1990, por ter se convertido ao cristianismo. Outros pastores foram assassinados depois disso, mas por assassinos não-identificados.

Outros presos no país

Outras prisões foram feitas recentemente no país. Um dos presos foi Shahin Zanboori, detido enquanto falava de sua fé cristã.

Ele teve o braço e a perna quebrados durante o interrogatório feito pela polícia secreta. Segundo Shahin, a polícia tentava fazê-lo delatar o nome de outros cristãos.

Acredita-se que Shahin seja acusado de espionagem.

Outros dois cristãos morreram em julho, depois de serem severamente agredidos em uma operação da polícia.