Pastores foram liberados mais cedo da prisão

| 12/12/2008 - 00:00


Pastor Wang Weiliang e Pastor Zhu Baoguo foram soltos antes do tempo previsto por “razões médicas”.

Wang Weiliang foi liberado da prisão com mais de um ano de antecedência, no dia 25 de novembro de 2008, devido a uma “condição médica”. Ele está recebendo tratamento em um hospital de Hangzhou, região de Zhejiang.

O pastor Wang Weiliang havia sido sentenciado a três anos de prisão em dezembro de 2006 por protestar contra a destruição das instalações da Igreja Cristã de Dangshanwan, em Xiaoshan, província de Zhejiang, que se deu em julho do mesmo ano. Outros seis cristãos, que receberam penas mais brandas, já foram libertados.

Shen Zhuke, condenado juntamente com Wang Weiliang, ainda está na prisão na zona oeste de Hangzhou, há mais de 2 anos. Ela cumpre a pena de três anos e meio. Os membros da Igreja Cristã de Dangshanwan ainda não puderam reconstruir legalmente a igreja desde sua destruição.

Também o pastor Zhu Baoguo, da província de Henan, foi libertado do trabalho no campo no dia 2 de dezembro de 2008, por “razões médicas”. O pastor Baoguo estava cumprindo a sentença de um ano de “reeducação através do trabalho” por ter atuado como um “líder religioso nocivo”.

Baoguo foi inicialmente preso em 12 de outubro de 2008 juntamente com outros quarto líderes que estavam reunidos na vila de Dushu, próxima à cidade de Nanyang. Os líderes sofreram quatro dias de detenção administrativa. O pastor Zhu recebeu uma pena de 15 dias de detenção administrativa e foi sentenciado a um ano de reeducação através do trabalho.

Com o relatório da ChinaAid e a pressão internacional, especialmente do Ministério de Relações Exteriores do Estados Unidos e a intervenção direta da embaixada norte-americana, bem como orações provenientes de todo o mundo, os dois pastores foram libertados antecipadamente.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE