Polícia secreta obriga cristãos a não comemorar o Natal

| 23/12/2008 - 00:00


Com a aproximação das festas de Natal e de Ano Novo, o Ministério de Informações (polícia secreta islâmica) começou a intimidar e ameaçar os cristãos iranianos, em especial os novos convertidos, como fez nos anos anteriores,

Nos últimos dias, oficiais de agências de inteligência intimaram muitos cristãos nas províncias de Tabriz, Shiraz, Sanandaj, e obrigaram-nos a garantir por escrito que não celebrariam o Natal.

A FCNN (Rede de Notícias Cristãs em Farsi) também informa que em Tabriz e Shiraz, alguns líderes da rede de igrejas domésticas Nedjat foram intimados pelo Ministério de Informações e acusados de espionagem para estrangeiros.

Com muita violência, foram obrigados a não ter contato com outros líderes cristãos dentro e fora do país.

Essa mesma situação se repetiu em outras partes do país.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE