Famílias cristãs são desalojadas para a construção de estábulo

| 29/12/2008 - 00:00


Um poderoso líder muçulmano e seus sobrinhos despejaram 30 famílias cristãs de suas casas a fim de construírem no lugar um estábulo para seus animais.

O incidente se deu na vila de Kotla Punjubaig, distrito de Sheikhupura.

Buta Masih, em entrevista à agência de notícias ICC, disse: "Essa propriedade foi dada aos nossos antepassados pelo governo britânico em 1947, e vivemos aqui desde então”.

A independência do Paquistão do domínio britânico se deu em 1947. Informações e documentos que datam de antes desse período não podem ser alterados.

Segundo Buta, o chefe muçulmano da aldeia, Muhammad Mansha, e seus sobrinhos Akbar Ali, Arif, Asgher Abbas e Muhammad Yousaf, portando armas de fogo, invadiram a casa dos cristãos e retiraram de lá objetos pessoais.

Depois disso, as casas foram demolidas.

Segundo Buta e outras testemunhas, Mansha e seus sobrinhos haviam ocupado as casas dos cristãos com a permissão da Secretaria de Aquisição de Propriedades do local.

Buta também afirmou que a polícia não agiu para deter ou processar Mansha, tampouco procurou abrigar temporariamente os cristãos. A comunidade cristã ameaçada havia apelado ao ministro-chefe de Punjab, Mian Shahbaz Sharif, pedindo sua intervenção e novas casas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE