Tribunal aceita processo de pastor contra órgão público

No dia 25 de dezembro de 2008, a vara civil do distrito de Haizhu aceitou o processo feito pelo pastor Wang Dao contra o escritório da Administração Estatal de Assuntos Religioso (SARA) da cidade Guangzhou.

O órgão invadiu a Igreja Liangren, dirigida por Dao, em 14 de dezembro (leia mais)

É inédito o fato de um tribunal aceitar um processo feito por um pastor da igreja não-registrada, desafiando a penalidade imposta pela SARA.

Quatro dias após o ataque, o pastor Dao abriu o processo, pedindo ao tribunal que ordenasse a SARA a retirar sua nota de punição administrativa aplicada sobre a igreja Liangren. O tribunal aceitou o processo em 25 de dezembro.

A agência ChinaAid e outras igrejas não-registradas chinesas, estão acompanhando o caso.