Três cristãos sentenciados a re-educação pelo trabalho

Três líderes de uma igreja não-registrada foram sentenciados a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado.

Os três condenados são: Tang Houyong, Shu Wenxiang e Xie Zhenqi.

Em 3 de dezembro, mais de 50 cristãos não-registardos estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.

Funcionários do Esquadrão de Proteção à Defesa Interna do condado de Taikang invadiram a casa. Todos os cristãos foram presos.

Os invasores confiscaram cópias de um livro sobre evangelização de crianças, arquivos digitais, e lições sobre evangelização no geral.

Cerca de 20 cristãos foram sentenciados a 15 dias de detenção administrativa e a pagar uma multa de mil yuans. Eles foram acusados de fazerem parte de uma seita. Entretanto, todos os detidos são membros do grupo tradicional chinês Aliança Evangélica da China.

Tang Houyong, Shu Wenxiang e Xie Zhenqi receberam um ano de sentença de re-educação pelo trabalho sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”.