Bengaleses expulsam idosos cristãos de casa

Muçulmanos em um vilarejo a oeste de Bangladesh forçaram dois irmãos a expulsar seus pais de casa por terem se convertido ao cristianismo.

Ishmael Sheikh, de 70 anos, e sua esposa, Rahima Khatun, de 55, foram batizados em 9 de novembro. Ao fim do mês, Ishmael disse à agência de notícias Compass Direct que vizinhos muçulmanos no vilarejo de Kathuly, próximo à cidade de Gangni, no distrito de Meherpur, forçaram seus dois filhos a expulsá-los de casa.

Enfermo, Ishmael disse a Compass que seus dois filhos haviam ficado sob intensa pressão de vizinhos no vilarejo, todos muçulmanos, antes do casal receber Cristo.

Os vizinhos ameaçaram impedir os netos de Ishmael de se casem com pessoas do vilarejo caso sues pais permitissem que Ishmael permanecesse em casa.

“Meus filhos temem que, se voltarmos para casa, seus filhos e filhas não se casarão na sociedade muçulmana”, disse Ishmael. “Somos os primeiros a se converter ao cristianismo no vilarejo. Os vizinhos disseram aos meus filhos: "Por que seus pais viveriam neste vilarejo? Eles não têm o direito de viver aqui porque não são mais muçulmanos."”

O casal foi para um abrigo a 500 metros de sua casa.

“Eu tenho salvação em Jesus”, disse Ishmael. “Nesse abrigo, sem comida, estou pronto para enfrentar a morte por causa de alguma doença ou de ataque de vizinhos muçulmanos, mas nunca voltarei para o islã.”

O pastor do casal, Jhontu Biswas, tem se encontrado com os filhos diversas vezes, sendo a última vez no dia 8 de janeiro, para pedir que levem os pais idosos de volta para casa. Ele disse que os filhos gostariam de levá-los de volta, mas não podem devido à pressão dos muçulmanos.

“Os moradores do vilarejo pressionam os filhos de Ishmael alegando que, se levarem seus pais cristãos recém-convertidos de volta para casa, suas filhas não serão tomadas em casamento na sociedade”, disse Jhontu. “Seu filho mais novo está tentando casar a filha que ainda não é madura o suficiente para isso. Estão procurando um noivo. Eles não podem levar seus pais de volta para casa até que essa moça se case.”

Nenhum dos parentes de Jhontu é cristão e ele disse que nenhum deles pode ter qualquer relacionamento com alguém da sociedade muçulmana.

Jhontu disse que Ishmael está doente e não pode fazer nada a não ser pedir aos outros para sobreviver.

“Ele se refugiou no abrigo e cristãos nessa área lhe dão comida”, disse Jhontu. “Não se sabe por quanto tempo permanecerão aqui. Os cristãos locais também são muito pobres, sendo a maioria diaristas que vivem na linha da pobreza. Então, por quanto tempo proverão comida para Ishmael? Ambos estão adoecendo dia após dia por falta de alimento.”