Evangélicos pernoitam em templo por temer represálias

| 02/02/2009 - 00:00


Evangélicos de sete distritos do município de Zinacatán, estão dormindo num templo na cidade de Tuxtla Gutiérrez, por temerem represálias em seus lares, depois que autoridades locais mandaram cortar o serviço de água e eletricidade desse grupo por se negar a cooperar financeiramente com festividades católicas.
 
No final de semana, os 140 evangélicos plantaram-se junto à prefeitura da capital em Chiapas, a espera das autoridades aos seus reclamos por justiça. Foram recebidos por funcionários à meia-noite, que chamaram as partes em conflito ao diálogo.
 
No início das negociações, os integrantes da Igreja Cristã Pentecostal Independente, denunciaram que autoridades de Zinacantán exigiram o pagamento de quotas para as festas católicas. Como se negaram a contribuir, tiveram os serviços de água e luz interrompidos.

Os evangélicos disseram que na localidade de Pasté 36 famílias estão sem distribuição pública de água e energia há oito anos.

Os 140 evangélicos estão alojados no templo Jesus é o Caminho, de Tuxtla, onde recebem comida partilhada por membros de outras congregações. Evangélicos de Unión Juarez, Cintalapa, San Juan Chamula, La Trinitária, cidades de Chiapas, enfrentam as mesmas restrições e pelos mesmos motivos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE