Violência atrapalha cotidiano da população em Orissa

| 21/02/2009 - 00:00


De acordo com o Global Council of Indian Christians – GCIC (Conselho de cristãos indianos), as crianças em Orissa perderão um ano de aula por causa da violência de fundamentalistas.

O diretor do GCIC, Sajan K. George disse que milhares de crianças perderão um ano de aula após serem forçados a fugir com suas famílias para campos de refugiados, depois que a violência começou.

Apesar de a violência ter diminuído, o ano escolar está quase no fim, e muitas crianças ainda estão em acampamentos longe de suas vilas.

A igreja em Orissa vê a educação como prioridade no desenvolvimento e emancipação da população.

O senhor George afirma: “Muitas vítimas da violência relataram que enquanto eram atacadas, os agressores rasgavam os certificados e diplomas e queimavam os pedaços”.

A situação continua tensa em Kandhamal, e embora os ataques tenham cessado, a chance de novos conflitos permanece a mesma.

“Com as eleições próximas, a situação está piorando. Os cristãos em Kandhamal ainda são discriminados, e podem se tornar cidadãos de segunda classe, pois não tem documentos e não podem votar.”

Ore para que a situação se estabilize e os cidadãos indianos possam reconstruir suas casas, as crianças voltem para a escola e os cristãos recebam seu direito de voto.

Saiba mais sobre a situação dos cristãos em Orissa clicando aqui.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco