Sem medo de mostrar o rosto na TV via satélite

Uma de nossas coordenadoras multimídia, Inez, nos disse: “Nós realizamos um encontro com algumas pessoas que tinham ligado para o telefone disponibilizado para acompanhamento pós-programa de TV via satélite. Ficamos surpresos por ter recebido ali um imã de uma mesquita. Ele estava infeliz com sua religião e havia começado a assistir programas cristãos da TV via satélite”.

A Portas Abertas está envolvida na produção de programas multimídia para internet, rádio e televisão via satélite. Temos parcerias com empresas nacionais e internacionais para utilizar as mídias como um meio de treinamento e discipulado de cristãos secretos no Oriente Médio e para encorajar os cristãos étnicos através de bons programas cristãos. Já que não há como medir a audiência da TV via satélite, um dos desafios do uso das mídias é avaliar os resultados e fazer acompanhamento. Como podemos saber que estamos alcançamos as pessoas certas e que a mensagem foi transmitida?  O acompanhamento do projeto multimídia é um elemento importante, ainda mais agora. Através dele ouvimos histórias maravilhosas.

Milagre

Ainda falando sobre o encontro com o imã, Inez relata que: “Através dos programas cristãos de TV via satélite, ele havia conseguido muitas respostas para seus questionamentos. Ele assistiu a nossos programas e se surpreendeu em ver que os apresentadores eram nativos de seu próprio país e que não tinham medo de mostrar o rosto na TV”. Até a esposa do imã começou a se interessar pelo cristianismo. Inez disse que: “Certo dia, durante o momento de oração na mesquita, a esposa ouviu um verso do Alcorão que afirmava que os maridos deveriam rejeitar as esposas quando não fossem submissas a eles. A esposa do imã ficou muito desgostosa com o verso e decidiu não ir mais à mesquita”.

O imã e sua esposa continuaram a assistir aos programas cristãos que são transmitidos pela TV via satélite. Certo dia, eles foram tocados por um programa que falava do relacionamento entre marido e esposa e decidiram ligar para o número que era dado no programa. O imã disse que ele e a esposa acreditavam em Jesus Cristo e queriam ser batizados o quanto antes possível, apesar de todos os eventuais problemas e dificuldades. O ex-muçulmano convertido disse: “Não tem sido fácil para mim desde que larguei meu trabalho. Não tenho mais uma renda mensal, mas eu e minha esposa sabemos que não precisamos de nenhuma ajuda. Deus cuidará de nós”. O velho imã emocionou-se quando recebeu uma Bíblia. Ele nunca tinha tido um a Bíblia, então, isto era um gesto precioso. Os três filhos do casal também se tornaram cristãos.