Cristão que tenta alterar seu documento aguarda sentença

| 14/05/2009 - 00:00


Em uma audiência em 2 de maio, um juiz aceitou a petição feita para unir os dois casos de convertidos do islã que querem alterar seus documentos de identidade. O tribunal marcou a divulgação da sentença de Maher El-Mo’otahssem Bellah El-Gohary – que está escondido dos extremistas – e o advogado Nabil Ghobreyal disse estar esperançoso quanto ao resultado.

Ao mesmo tempo, os advogados de El-Gohary disseram que o relatório enviado para o juiz é potencialmente “catastrófico” para os direitos humanos no Egito. Expressando indignação com a “audácia” de El-Gohary querer alterar seu status religioso, o relatório alega que o caso é uma ameaça à ordem social e viola a sharia (lei islâmica).

“Issoestá bombardeando a liberdade religiosa no Egito”, afirma o advogado Said Faiz. “Eles insistem que o caminho para o islã é de mão única. O relatório inteiro está baseado na sharia.”

O documento não auxilia em nada a aspiração egípcia de melhorar os direitos humanos, dizem. Aos olhos da comunidade internacional é condenável, pois não está fundamentado na lei civil egípcia, nem na convenção de direitos humanos assinada pelo Egito.

O relatório declara que aqueles que deixarem o islã serão condenados à morte, e El-Gohary foi chamado de apóstata e todos os cristãos de “infiéis”.

Durante a audiência, os advogados islâmicos afirmaram que os cristãos são infiéis e que Cristo era um muçulmano, então dissemos “Ok, então tragam-nos os papeis que mostram que Jesus era adepto ao islã’”, diz Faiz.

Ghobreyal, acrescentando que o relatório afirma que o caso de El-Gohary ameaça a ordem pública, declara ironicamente: “No Egito, nós temos liberdade religiosa, mas essa liberdade não pode ir contra o islã.”

O trio de jovens advogados trabalhando no caso de El-Gohary, que formam uma organização chamada Nuri Shams (Luz do Sol), que defende os direitos dos cristãos, disse que receberam inúmeras ameaças, por telefone e internet, e muitas vezes de seus próprios colegas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco