Quantidade de cristãos no Iraque diminuiu muito

| 03/06/2009 - 00:00


De acordo com um relatório dos EUA, o Iraque perdeu mais da metade de seus cristãos desde que a guerra começou, e poucos tem intenção de voltar.

O último censo oficial realizado no país em 1987, mostra que havia mais de 1.5 milhões de cristãos no Iraque. Agora, o relatório demonstra que o número diminuiu para 1/3 disso: pouco mais de 500.000.

Sinais desse êxodo podem ser vistos nos bancos vazios das igrejas no país. “Por que os cristãos iraquianos querem ir para o exterior? Eles querem ir porque lá a situação não é tão difícil como aqui no Iraque. A vida não é fácil aqui. Não há empregos, há problemas nas ruas. Os cristãos estão com muito medo”, afirma um sacerdote.

“A situação está muito arriscada. Não há proteção para nós, por isso que muitos de nós saem do Iraque. Muitos foram mortos e agredidos.”

Muitos cristãos iraquianos se estabeleceram na Jordânia. Feryal Yashou é um antigo morador de Bagdá: “Por enquanto é impossível. É triste, mas apesar de eles dizerem que a situação está melhorando, mas para nós, nunca será seguro.”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE