Acusações contra jovens que organizavam reuniões de oração

| 08/08/2009 - 00:00


Uma queixa registrada contra dois universitários pode deixar novos convertidos sem discipulado.

Yash Menon e Rajiv Trivedi trabalham como missionários da Gospel for Asia em uma vila de Jharkhand, Índia, onde 30 convertidos, locais ou de um vilarejo próximo, se reúnem para cultuar. Os dois estudantes organizavam reuniões de oração regularmente, na casa de um cristão chamado Harbir.

Cinco dias atrás, uma dessas reuniões foi interrompida pelos parentes de um dos cristãos. O grupo começou a agredir Yash e Rajiv fisicamente, acusando-os de converter as pessoas forçadamente. Então, eles foram até as autoridades locais e registraram uma queixa contra Harbir e os outros internos.

Os líderes do vilarejo realizaram uma reunião para decidir se a queixa é válida, mas o resultado ainda não foi conhecido. Pode ser que os missionários tenham que assinar um acordo, assegurando que eles não pregarão o evangelho ou realizarão cultos no vilarejo.

Ore para que a solução seja positiva para os missionários e os outros cristãos do vilarejo, e para que Deus mude o coração dos que os perseguem.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE