Polícia invade casas e prende cristãos

Algumas horas depois de chegarem a cidade de Uspen para visitar um cristão local e fundar uma nova congregação, a polícia invadiu a casa onde estavam hospedados membros da igreja presbiteriana Pavlodar Grace.

Um visitante foi interrogado e uma moradora foi agredida pela polícia até assinar um depoimento, afirmando que ela havia sido forçada a participar de rituais religiosos. Dois dos visitantes se apresentarão ao tribunal hoje.

Questionado sobre o porquê do ataque ao grupo, o inspetor Nurserik Aytzhanov disse: “Eles impuseram a religião deles nos moradores da cidade, dizendo que ‘Jesus Cristo é o único Deus e que devemos acreditar nele’.”

Quando a agência Forum 18 perguntou o que havia de errado em compartilhar sua fé com outras pessoas, ele disse: “Essa pregação é proibida em nossa lei”.

Ele negou que a polícia tenha agredido alguém.