Pastor é assassinado na frente da esposa e de membros da igreja

Um pastor colombiano foi assassinato em sua casa por três homens com capuzes, no domingo, dia 6 de setembro. Rafael Velasquez, 41, pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular em Marañonal, morreu na hora.

O ataque aconteceu na noite de domingo, depois do culto em um pequeno vilarejo em Montelibano. Os homens encapuzados e armados invadiram a casa do pastor Rafael, e o balearam na frente de sua esposa e seis membros de sua igreja.

A responsabilidade pelo assassinato do pastor é atribuída a grupos militares que lutam pelo poder na região. Nos últimos seis meses, 15 pastores da região de Córdoba receberam ameaças.  Um grupo teve que se mudar por causa das ameaças feitas a eles e suas famílias.

A situação em Córdoba é parte de diversas violações da liberdade religiosa na Colômbia. Um relatório da CSW mostra detalhes sobre perseguições “organizadas” em áreas controladas por grupos armados. Nos últimos três anos, mais de 200 igrejas foram fechadas e mais de 35 pastores foram assassinados em diferentes regiões do país.

O diretor nacional do CSW, Stuart Windsor, disse: “Nós apoiamos a família do pastor Velasquez nesse momento terrível. Estamos orando por eles e pedimos que o Reino Unido e a União Europeia solicitem ao governo colombiano que investigue corretamente esse assassinato e outras ameaças a líderes cristãos”.