Cristão é deportado do país por realizar cultos em casa

| 04/10/2009 - 00:00


Javid Shingarov foi separado de sua esposa, pai e filhos em seu vilarejo, ao norte do Azerbaijão, quando foi deportado para a Rússia na quarta-feira, 30 de setembro de 2009.

O fato foi relatado em uma reportagem da agência Forum 18 News, que conta que o delegado  de Yalama, Gazanfar Huseinov, que puniu o cristão com uma multa e deportação por realizar cultos em sua casa, se recusou a falar por que não emitiu o veredicto por escrito, e por que o serviço de Migração não foi envolvido no caso.

Um porta-voz de direitos humanos disse que não apresentar o veredicto por escrito é uma violação da lei, e que a lei de migração atribui as decisões de deportação ao Serviço de Migração do Estado, não à polícia.

Os livros cristãos que foram confiscados de Shingarov e outros durante invasões anteriores ainda não foram devolvidos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE