Família cristã recebe ameaças e é atacada

A agência International Christian Concern (ICC), em Murree, uma cidade próxima a Islamabad, soube que, no dia 28 de setembro, islâmicos atacaram a casa de uma família cristã que negou a se converter ao islamismo.

Rafiq Mashi Bhatti e sua família viveram em paz com seus vizinhos muçulmanos durante anos. No entanto, nos últimos meses, eles receberam ligações anônimas e cartas, com ameaças dizendo para que eles se convertessem ao islamismo, abandonassem sua casa ou se preparasse para morrer.

As cartas de ameaça foram escritas com versos do Alcorão, incluindo Sura 5:51, que se lê, “Oh, vós os que creem! Não tenham amizade com judeus e cristãos...”
 
 Em uma das cartas, eles disseram para a família cristã: “Vocês, cristãos, são agentes dos Estados Unidos. Portanto, é nosso dever religioso extinguir todos os cristãos da Terra Santa do Paquistão.”

A família relatou as ameaças de morte para a polícia, mas eles não conseguiram evitar o ataque. As investigações ainda estão andamento e os criminosos continuam soltos.