Cristãos palestinos realizam reunião de oração por família Ayyad

Nesta quarta-feira, dia 7 de outubro, os cristãos palestinos realizaram uma reunião de oração especial, como lembrança do segundo aniversário do dia em que militantes assassinaram o diretor da única livraria cristã na Faixa de Gaza.

Rami Ayyad, 32, foi esfaqueado e baleado em uma rua de Gaza, principal cidade do território, no dia 7 de outubro de 2007. O assassinato aconteceu após seis meses da explosão de um departamento da Sociedade Bíblica Palestina.

Os cristãos palestinos pediram oração pela viúva de Rami, Pauline, e seus três filhos, George, 4, Sam, 3, e Sama, de 1 ano e 8 meses.

A família se mudou para a Cisjordânia, “onde Pauline está trabalhando com o ministro da cultura. As crianças estão se adaptando bem, mas ainda enfrentam alguns desafios. Por exemplo, o comportamento de George quando brinca com outras crianças demonstra que ele está tentando de ajustar à perda de seu pai.

A família precisa de todo o nosso apoio e orações. Conheça mais sobre esse caso e mobilize outros a orarem por esses irmãos também.