Cristãs Maryam e Marzieh são absolvidas em uma das acusações

Na quarta-feira, 7 de outubro, as cristãs iranianas Maryam e Marzieh, presas em Teerã no dia 5 de março, foram novamente levadas ao tribunal. Na última ocasião, em 10 agosto, elas receberam ordens para renunciar a fé.

Nessa audiência, três acusações foram feitas contra elas: realizar atividades antiestado, propagar o cristianismo e apostasia, por terem deixado o islamismo. O juiz, que não era o mesmo da audiência anterior, absolveu as duas na acusação de realizar atividades contra o estado. As cristãs e o advogado ficaram imensamente felizes, pois absolvições são raras no Irã. Por esse motivo, o caso de Maryam e Marzieh será levado para um tribunal comum (e não islâmico), onde as outras acusações serão julgadas.

Maryam e Marzieh voltaram para a prisão, para esperar a próxima audiência. A saúde das duas está debilitada, mas elas não receberam tratamento médico durante o tempo de detenção. No entanto, recentemente, os oficiais da prisão permitiram que Maryam fosse tratada de uma grave intoxicação alimentar.

Pedidos de oração

Os cristãos que tem apoiado Maryam e Marzieh agradecem as orações de seus irmãos em todo o mundo (saiba sobre a campanha de oração realizada em favor delas). Eles louvam a Deus por preservá-las e sustentá-las na prisão, e por encorajá-las a continuar firmes em sua fé durante as audiências.

• Ore para que as duas cristãs continuem a sentir a presença do Senhor todos os dias, e para que elas fiquem firmes na fé enquanto são pressionadas para renunciar a Jesus Cristo.

• Ore para que elas transmitam a paz de Cristo para todos na prisão de Evin.

• Ore para que elas sejam absolvidas nas outras duas acusações e para que sejam soltas o mais breve possível.

• Ore para que todos os oficiais envolvidos hajam com justiça, compaixão e misericórdia, aprendam sobre Jesus e sejam atraídos pelo amor de Cristo por cada um deles.

• Ore para que o governo iraniano pare de ver os cristãos como ameaça.