Missionário australiano é preso em Andhra Pradesh

| 03/12/2009 - 00:00


Um missionário australiano foi preso sob a falsa acusação de “conversão forçada” pela polícia do estado de Andhra Pradesh, no dia 24 de novembro.

De acordo com o Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC, sigla em inglês), Paul Jemison, 40, um missionário australiano acompanhado de Joy Carol, filha do pastor local, Premanandam, 50, foram ao campus do Instituto de Treinamento Industrial projetar um filme para cerca de 200 alunos por volta das 19h30.

O CGIC informou que quando o filme acabou por volta das 20h30, Jemison compartilhou sobre o amor de Cristo aos alunos presentes. Enquanto pregava a Palavra, 20 hindus radicais adentraram no evento e o acusaram de “forçar conversão”, além de insultá-lo por ser estrangeiro.

A fonte disse ainda, que o grupo o levou até a delegacia mais próxima e deu queixa contra ele por “conversões forçadas ao cristianismo”.

O missionário Paul Jemison ligou para a embaixada australiana para verificar a possibilidade de sua soltura.

A agência de notícias ANS soube que ele ficou detido na delegacia até tarde naquela noite, mas depois foi liberado.

A fonte relatou que os radicais hindus e alguns moradores locais alertaram o pastor Premanandam e sua filha Joy Carol a não convidar missionários estrangeiros para ir àquela cidade.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE