Explosões em igrejas provocam mortes de cristãos

Uma série de bombardeios que aparentaram ter como alvo duas igrejas e um bairro movimentado na cidade de Mosul, norte do Iraque, deixou quatro vítimas fatais e mais de 40 feridos.

Segundo informações, a primeira bomba explodiu na manhã de terça-feira, em frente a uma igreja, e a segunda explosão aconteceu menos de 10 minutos depois, quando muitas pessoas estavam no local do primeiro ataque.

Em outro lugar de Mosul, outra bomba explodiu perto de outra igreja, quebrando janelas e danificando os portões da igreja. Não há relatos sobre feridos no terceiro ataque.

Na segunda-feira, o Ministro da Defesa iraquiano, Abdul-Qader al-Obeidi, recebeu informações sobre possíveis ataques, mas afirmou que os insurgentes mudaram de tática com a retirada das tropas norte-americanas.

“A natureza do terrorismo mudou, e os terroristas estão realizando ataques que têm como objetivo causar as maiores tragédias possíveis.”

As explosões levantaram muitas questões para o Primeiro Ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, sobre a habilidade das forças de segurança nacional de defender o país sem as tropas norte-americanas no próximo ano. No entanto, os americanos defenderam a ação da segurança das tropas iraquianas.