Polícia e fazendeiros perseguem idosos cristãos

| 11/01/2010 - 00:00


No dia 25 de dezembro de 2009, os fazendeiros de Puhui e diversos policiais prenderam idosos e voluntários cristãos na cidade de Korla, em Xinjiang. Assim como muitos outros cristãos ao redor do mundo, a igreja não registrada Corps estava celebrando o Natal. Durante a celebração, um grupo de fazendeiros e policiais invadiram a reunião. O chefe da segurança, Yu Fagan, prendeu Wang Qiuyue, uma viúva de 71 anos, cristã a mais de 45 anos. Yu Fagan a jogou contra uma viatura, como se fosse um saco de lixo. O grupo usava gorros com o nome de “Polícia do Povo”. Eles destruíram e queimaram toda a mobília da irmã Wang.

Em outro triste acontecimento, seis fazendeiros e policiais invadiram a casa de He Cuiying. A irmã He tem 69 anos, e é hemiplégica (sofre de paralisia em dos lados do corpo).

Naquele mesmo dia, duas líderes cristãs, já idosos, haviam entregado folhetos evangelísticos para membros de sua comunidade. Um fazendeiro descobriu a mulher que estava entregando os panfletos, e a “Polícia do Povo” prendeu os cristãos envolvidos.  Nie Jiping (56), Huang Ying (46), Zhou Xia (39) e Wang Youling (46) receberam multas de 5.000 yuan cada um, sem acusações formais. O fazendeiro os alertou que eles não poderiam participar de futuras reuniões ou atividades cristãs, e que não poderiam se encontrar com outros cristãos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE