Continue intercedendo pelo Haiti

| 19/01/2010 - 00:00


O Comando do Exército confirmou, nesta segunda-feira, a morte de mais um militar brasileiro vítima do terremoto que devastou a capital do Haiti, Porto Príncipe, na última terça-feira.

De acordo com uma nota divulgada pelo Exército, foi identificado o corpo do coronel João Eliseu Souza Zanin, que estava no país participando de reuniões de coordenação de pessoal.

Com a confirmação da morte de Zanin, sobe para 17 o número de militares brasileiros mortos no forte tremor de terra que atingiu o país.

Na manhã desta segunda-feira, o Exército já havia anunciado a morte do do tenente-coronel Marcus Vinicius Macêdo Cysneiros,que atuava como observador militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah, na sigla em francês) e estava desaparecido desde o dia do tremor.

Dois civis também morreram no tremor – a médica sanitarista e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, e o diplomata Luiz Carlos da Costa, o número dois da ONU no Haiti.

A Minustah atua no Haiti desde 2004, e conta com 6,7 mil militares, 1,6 mil policiais, 548 civis estrangeiros, além de 154 voluntários.

Dentre os militares da missão das Nações Unidas, 1.266 são brasileiros.

Pedidos de oração

Continue intercedendo pelo Haiti. Ore para que Deus dê forças para os voluntários e militares que estão se empenhando na busca por sobreviventes. Peça também para que Deus console os familiares das vítimas, e ajude os governantes a reconstruírem o país.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE