Angola não evolui em matéria de direitos humanos

| 19/02/2010 - 00:00


A Associação Justiça Paz e Democracia considera que Angola não evolui em matéria de direitos humanos desde a sua candidatura como membro do conselho das Nações Unidas. Angola foi recentemente  confrontada com acusações de parcialidade no sistema judicial, indícios de tortura e detenções arbitrárias no país numa reunião do Conselho dos Direitos Humanos da ONU, que deixou uma série de recomendações que Luanda prometeu acolher.

A situação de Angola em matéria dos direitos humanos foi revista, em Genebra, pelos grupos de trabalho do Conselho dos Direitos Humanos da ONU, no âmbito do mecanismo de Revisão Periódica Universal, que é feito para todos os estados-membros das Nações Unidas a cada quatro anos.Apesar de, a maioria das delegações ter reconhecido os «progressos alcançados» por Angola na «promoção e protecção dos direitos humanos» nos últimos anos, a Suécia lembrou que várias organizações não-governamentais angolanas continuam a queixar-se da falta de imparcialidade no sistema judicial».


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE