Estudioso cristão é detido para não se reunir com jornalista

No sábado, o conhecido estudioso cristão Fan Yafeng planejava se encontrar com um repórter espanhol para jantar. Ele recebeu um telefonema no início da semana, aconselhando que ele não fosse à reunião com o jornalista estrangeiro. Mas o doutor Fan se recusou a ser intimidado pela polícia e fez planos para ir à reunião.

Antes de sair para o jantar no sábado, Fan ouviu batidas em sua porta. Os policiais o confrontaram com um mandado, que o acusava de “fazer barulho”, e o levaram embora. Dois guardas monitoraram a esposa do doutor Fan em sua casa, enquanto o prendiam na delegacia local por nove horas, para impedi-lo de se encontrar com o repórter.

Após sua libertação, o doutor Fan conversou com um jornalista do The Australian. “Por que eu não posso falar o que penso? Se eles me pararem, vou sentar nas escadas do prédio para protestar. Se me prenderem, vou fazer greve de fome até que me libertem ou eu morra.”