Estudioso cristão é detido para não se reunir com jornalista

| 10/03/2010 - 00:00


No sábado, o conhecido estudioso cristão Fan Yafeng planejava se encontrar com um repórter espanhol para jantar. Ele recebeu um telefonema no início da semana, aconselhando que ele não fosse à reunião com o jornalista estrangeiro. Mas o doutor Fan se recusou a ser intimidado pela polícia e fez planos para ir à reunião.

Antes de sair para o jantar no sábado, Fan ouviu batidas em sua porta. Os policiais o confrontaram com um mandado, que o acusava de “fazer barulho”, e o levaram embora. Dois guardas monitoraram a esposa do doutor Fan em sua casa, enquanto o prendiam na delegacia local por nove horas, para impedi-lo de se encontrar com o repórter.

Após sua libertação, o doutor Fan conversou com um jornalista do The Australian. “Por que eu não posso falar o que penso? Se eles me pararem, vou sentar nas escadas do prédio para protestar. Se me prenderem, vou fazer greve de fome até que me libertem ou eu morra.”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE