Pessoas são transformadas por projeto de aconselhamento

| 11/05/2010 - 00:00


Ela estava isolada, com medo, retraída e ansiosa. Amira quase nunca saía de sua casa, e estava com muito medo por sua filha. Amira havia sido estuprada e seu marido foi morto brutalmente. Seu filho faleceu seis meses depois.

Ela foi a um psicólogo e a um médico, mas não melhorou e ficou sem esperanças. Ela tinha diversos acessos de raiva; ela gritava e agredia seus filhos. Ela se recusou a receber tratamento e medicações para seus sintomas.

Então, ela recebeu a visita por um grupo da igreja, e começou a frequentar o centro de aconselhamento. “Foi nesse tempo que a conheci”, compartilha Gary, conselheiro para traumas. “Depois de conversar, ela se sentiu mais confortável para ir às sessões de aconselhamento e começou a ler a Bíblia e orar sozinha. Ela sentia que Deus era alguém que a julgava e punia. Conversamos sobre o amor de Deus por ela e oramos para que a decepção em seu coração fosse tirada e para que Deus lhe desse clareza e paz. Oramos também para que ela fosse livre de seus fardos”.

Em algumas semanas, houve uma mudança maravilhosa na vida, pensamentos, ações e aparência de Amira. Ela permitiu que os membros da igreja a apoiassem e as pessoas notaram uma grande mudança em seu interior. Ela sorria e interagia com as pessoas, mas também encorajava sua filha.

Recentemente, ela recebeu um visto para viajar para o exterior com sua família. Ela ficou com medo da mudança e de perder o contato com o apoio de sua igreja.

Gary continua: “Ela me ligou depois de ter chegado em seu novo país, e disse que Deus, por um milagre, havia lhe dado um apartamento a 50 metros de sua nova igreja! Foi tão bom ouvir que Deus usou o Aconselhamento para traumas para auxiliá-la em sua cura. Oro para que Deus abençoe Amira”.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE