Duas meninas reféns são soltas um ano após o sequestro

Colaboradores da Portas Abertas foram informados que duas meninas alemãs, sequestradas no Iêmen, foram libertadas pelas forças de segurança sauditas na fronteira entre a Arábia Saudita e o Iêmen.

Conheça o caso.

A rede de notícias CNN escreveu em seu website: “As duas meninas são parte de uma família, sequestrada com outras quatro pessoas, há quase 12 meses na região norte do Iêmen. Duas enfermeiras alemãs e uma mulher sul-coreana foram encontradas mortas logo após o sequestro.  As duas meninas foram encontradas na região da fronteira. As condições dos que ainda permanecem reféns é desconhecida. Uma criança alemã, seus pais e um homem inglês ainda estão desaparecidos. As meninas foram levadas para o hospital na Arábia Saudita, onde estão recebendo o tratamento necessário. Elas estavam em bom estado de saúde, e poderão voltar para casa na quarta-feira, afirmou o Ministro do Exterior Guido Westerwelle. Eles foram sequestrados quando realizavam um pique-nique na região norte de Saada, em junho do ano passado. Na época, o governo estava combatendo um grupo de rebeldes conhecido na região como Houthis, mas eles negaram ter sequestrado o grupo. O governo iemenita afirmou que os sequestradores têm ligação com a al-Qaeda, conhecida por atuar em algumas regiões do país. Mais de 200 estrangeiros foram sequestrados no Iêmen nos últimos 15 anos.  A maior parte estava ilesa”.

Vamos louvar ao Senhor por essa libertação, mas continuemos a orar pelos outros: Johannes, Sabine, Simon e Tony.

Leia essa notícia em outros locais:

Grupo liberta duas alemãs sequestradas há 11 meses no Iêmen

Meninas alemãs libertadas no Iêmen